FOLIAS DE REIS

6 01 2013

 

 

 

 

Anúncios




E HOJE É DIA DE REIS

6 01 2013

Por isso divulgamos aqui alguns vídeos das folias de reis de Miracema e do Noroeste fluminense. As folias de reis compõem o acervo de importantes manifestações da cultura regional do Noroeste.

 





FELIZ ANO NOVO!

1 01 2012

O blogue deseja a todos os leitores um Feliz 2012!

No link a seguir a folia de reis “Estrela do Oriente” de Miracema-RJ: CLIQUE AQUI.





MÁSCARAS DAS FOLIAS DE REIS DE MIRACEMA EM EXPOSIÇÃO NO RIO

21 11 2011

A miracemense Maria Bárbara Machado Famadas enviou ao blogue a informação abaixo, divulgada no Jornal do Brasil:

MÁSCARAS – A exposição apresenta um pouco do universo das Folias de Reis por meio das máscaras, utilizadas pelos palhaços das folias durante as peregrinações às casas dos devotos. O material apresentado faz parte do acervo do INEPAC (Instituto Estadual do Patrimônio Cultural), do Museu de Folclore Edison Carneiro, da Prefeitura de Miracema e também do acervo particular de alguns colecionadores e palhaços de diversos grupos de Folias de Reis do estado do Rio de Janeiro. Os palhaços – integrantes de grupos de Folia de Reis juntamente com o mestre, o contra-mestre, o bandeireiro e o músico – utilizam máscaras, elementos marcantes que os caracterizam e personificam, produzidas com diversos tipos de materiais, formas e estilos e que se destacam também pelas cores vibrantes e alegres. Galeria Cândido Portinari, Rua São Francisco Xavier, 524, Maracanã (2334-0728). 2ª a 6ª, das 9h às 20h. Grátis. Até 9 de dezembro. A partir de 4ª, 9 de dezembro, às 19h.





FESTA CULTURAL DA ASSOCIAÇÃO FOLCLÓRICA DE MIRACEMA

11 08 2011





O BOI PINTADINHO DE MIRACEMA MARCOU PRESENÇA NO PRÊMIO CULTURA RJ 2011

1 07 2011

O boi pintadinho de Miracema foi muito citado nas redes sociais pela bela apresentação na cerimônia de entrega do Prêmio Cultura do Estado do Rio de Janeiro 2011, que aconteceu no último dia 29 de junho, no Teatro Municipal do Rio.

As informações, divulgadas no sítio da secretaria de cultura do estado do RJ, dão conta de que foi uma grande festa em que o “ator Lucio Mauro Filho encarnou um bem-humorado mestre de cerimônias”. A mesma fonte afirma que “os indicados em cada uma das 18 categorias revelaram, em seu conjunto, um mapa abrangente da cultura fluminense hoje.”

Segundo a matéria  da secom, a secretária de cultural do ERJ, Adriana Rattes, disse:
É uma honra poder reeditar esse Prêmio, que revela um grande leque de manifestações relevantes. O que ele coroa, afinal, é a mistura do mainstream com a vanguarda, da tradição popular com o high tech, do que é produzido na capital e nos municípios do interior.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Com o tema “Navegar é preciso”, a festa teve contornos multimídia. Um telão apresentou, durante todo o evento, um mar de imagens e vídeos, amparados pelo visual da web. No palco, grupos como o Boi Pintadinho de Miracema e a Companhia de Dança Renato Vieira fizeram apresentações.”
Na categoria Patrimônio Imaterial, o premiado foi o Mineiro Pau de Santo Antônio de Pádua. “O Mineiro Pau, através de Mestre Nico e de seus participantes, vem dando continuidade a este legado. Através de apresentações locais e regionais, mostra danças de pares soltos envolvendo homens, adultos e crianças.”
Fotos da Secom da Secretaria de Estado de Cultura do RJ e de Sebastião Marinho, divulgada no Portal R7.




“Projeto de incentivo às bandas chega ao interior do Rio”

25 09 2010

Do Jornal “O Dia”:

Programa de atualização para bandas de música é uma iniciativa da Secretaria Estadual de Cultura. Oficinas vão até dezembro

Rio – A segunda edição do Banda Larga (Programa de Atualização para Bandas de Música do Estado do Rio de Janeiro) promoverá, até o fim do ano, nove oficinas de música em cinco municípios fluminenses, considerados polos regionais: São João de Meriti (de 18 a 23 de outubro), Três Rios (de 25 a 30 de outubro), Cordeiro (de 8 a 13 de novembro), Macaé (de 22 a 27 de novembro) e Miracema (de 29/11 a 4/12). O Banda Larga é um projeto da Secretaria Estadual de Cultura, que contou com a participação do diretor da Sala Cecília Meireles, João Guilherme Ripper, e do diretor da Escola de Música Villa-Lobos, José Maria Braga, para sua elaboração, e com a Associação de Bandas de Música do Rio de Janeiro (Asbam-RJ) para sua realização.

Com o objetivo de preservar e valorizar as bandas de música como patrimônio imaterial do estado, o programa promoverá cursos em áreas consideradas fundamentais ao funcionamento das mesmas, aumentando os conhecimentos musicais, teóricos e práticos de mestres e instrumentistas. Oficinas acontecerão de segunda a sexta-feira, de manhã e à tarde, e no sábado, pela manhã. Estão programadas também atividades, à noite, como apresentações musicais, exibições de vídeos e palestras. O setor precisa de atenção especial: a formação autodidata e incompleta dos mestres e músicos de bandas gera problemas de leitura de partitura, técnica de regência, mau uso do instrumento, má postura e outras deficiências.

A carência se reflete, ainda, na falta de conhecimento para a manutenção e o reparo dos instrumentos musicais. Estes fatores podem resultar na evasão de músicos, que desistem de tocar, migram para outras bandas, principalmente as militares, ou saem dos municípios em busca de melhores oportunidades, podendo levar ao desaparecimento de algumas destas formações. Até porque a maioria de seus integrantes tem outro trabalho e não recebe nenhuma remuneração das bandas.